Confira 6 dicas que podem te ajudar a começar uma carreira como freelancer

Confira algumas dicas que podem te ajudar se você tem vontade de começar como freelancer em sua carreira

O que é freelancer? O termo é designado aos profissionais que trabalham por conta própria, prestando serviço para empresas ou pessoas físicas.

Esse tipo de profissão tem se tornado cada vez mais comum, especialmente entre fotógrafos, designers, redatores, jornalistas, etc. Para as pessoas que desejam se recolocar no mercado ou enfrentam dificuldade de encontrar um emprego, essa se mostra uma excelente opção.

Se você já está com essa ideia e deseja começar como freelancer, apresentamos a seguir algumas dicas que podem te ajudar. Continue lendo para alavancar sua profissão como um autônomo de sucesso:

6 dicas para começar como freelancer:

1. Monte seu portfólio

O primeiro passo na vida de um freelancer é um bom portfólio. Mas afinal, o que é um portfólio? É uma coleção de trabalhos realizados por uma empresa ou profissional, que demonstra sua capacidade na área profissional. Ele serve para impressionar qualquer cliente, pois os seus últimos projetos serão o principal item a ser analisado na hora de contratar seus serviços.

Mas muitas pessoas podem pensar “como montar um portfólio se estou começando agora?”. Uma das estratégias que os freelancer utilizam quando estão iniciando é criar clientes fictícios para produzir os chamados materiais fantasmas. Além disso, utilizar trabalhos acadêmicos também pode ser útil na hora de montar um portfólio.

Seu portfólio pode ser desenvolvido pro você manualmente ou em sites como o Behance, Dribbble, Adobe Portfólio e muito mais. Mais cuidado, poste apenas os melhores projetos que você desenvolveu. Os que você considerar que não estão tão bons não merecem ser publicados, pois eles podem sujar a sua imagem.

2. Determine um preço justo

Assim que você já tiver experiência e um bom portfólio, você estará pronto para estabelecer o preço do seu trabalho. Porém, uma das maiores dificuldades dos freelancer é exatamente estabelecer quanto cobrar do cliente. Mesmo que surjam diversas oportunidades para você, não aceite um preço muito abaixo que desvalorize seu tempo, esforço e dedicação para realizar um serviço. Muito menos estipule preços exorbitantes que não se ajustem ao que você está oferecendo.

Para precificar seu serviço, você pode analisar o mercado ou seu próprio trabalho. Ao analisar o mercado, você deve observar a concorrência e como outros profissionais cobram por serviços semelhantes ao seu. Ou também você pode precificar de acordo com a oferta/demanda do seu serviço, sempre atento às necessidades dos seus clientes.

Se você optar por analisar seu produto você pode se basear nos custos que você teve e utilizar um percentual disso para seu lucro. Ou, quando já tiver experiência e uma boa base de clientes, conseguir um preço mais alto devido ao valor agregado do seu serviço.

3. Escolha seu local de trabalho

Se você está para começar como freelancer, é necessário pensar no local ideal para realizar seus serviços. Caso você não tiver de trabalhar necessariamente na empresa, você pode fazer home office ou trabalhar em um coworking, e até mesmo em uma cafeteria, por exemplo, se achar que conseguirá produzir bem.

Muitas pessoas que trabalham em casa afirmam sentirem dificuldade de concentração. Porém, é possível melhorar a produtividade mesmo trabalhando home office. Basta manter o foco e se organizar da mesma forma que aconteceria no seu escritório.

4. Faça networking

Para ter sucesso ao começar como freelancer, o profissional deve estabelecer uma rede de contatos e manter esse networking. Nesse modelo de trabalho, muitas oportunidades são apresentadas por indicação de amigos, colegas ou parentes. Além de aumentar a visibilidade, essa prática pode também melhorar a troca de conhecimentos e informações sobre a área de atuação. Além disso, proporciona melhores oportunidades profissionais e até mesmo a reputação no ambiente de trabalho.

Você pode começar participando de eventos, trocando cartões, ou mesmo conversando com outros profissionais. Hoje em dia, as redes sociais também são de grande ajuda para divulgar o seu perfil profissional e seu portfólio. O LinkedIn, por exemplo, é uma rede social voltada exclusivamente para as relações de trabalho, e é uma ótima forma de criar e manter um networking.

5. Faça o que você gosta

Perceba que quase todos os casos de pessoas que decidiram começar como freelancers trabalhavam em uma empresa, mas decidiram sair dos seus empregos por insatisfação. Se esse for a sua situação, encare isso como uma oportunidade de focar nas atividades que você gosta realmente e tem prazer em realizar.

Você pode optar por trabalhar com alguma coisa que você já tenha formação e habilidades profissionais, mas também pode optar por algo que já tenha afinidade. Como freelancer, você tem muitas oportunidades para explorar.

O mais importante é que você não precisa necessariamente ter uma formação em economia e finanças para escrever sobre isso, por exemplo. Basta que você pesquise o máximo de informações possíveis, estude, se atualize, tenha interesse e desenvoltura para tratar desse tópico com sensatez.

6. Formalize-se

A melhor opção disponível para os profissionais que desejam começar como freelancer é o MEI (Microempreendedor Individual). Aqueles que se formalizam como MEI têm direito à alguns benefícios como a obtenção de CNPJ, aposentadoria, emissão de notas, empréstimos e muito mais. Para isso, a pessoa deve faturar no máximo R$ 81.000 ao ano e não participar da sociedade ou ser titular de qualquer outra empresa. Um MEI pode ter apenas um funcionário, com salário mínimo ou piso da categoria.

Nós, do Abertura Simples, podemos realizar todo esse processo por você, para que você formalize-se como freelancer de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem começar como freelancer conosco.
Entre em contato com nossos representantes e seja freelancer com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:


Por fim, não se esqueça de que o mercado muda constantemente, e você, como profissional, também tem de acompanhar as tendências. Por isso, mantenha seu portfólio atualizado, busque sempre novos conhecimentos e tenha foco em seu trabalho.

Gostou dessas dicas? Está pensando em começar como freelancer na sua carreira? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta