eSocial será extinto em 2020, diz secretário da previdência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A partir de 2020, eSocial será extinto. Governo promete sistema mais eficiente. Entenda!

Rogério Marinho, secretário especial da Previdência e Trabalho, declarou na última terça-feira (9), que o eSocial será extinto em janeiro de 2020. De acordo com o secretário, o sistema será substituído por dois: uma da Receita Federal e outro de Trabalho e Previdência.

“O fato de ser dois sistemas não quer dizer que vai aumentar a complexidade. Serão dois sistemas bem mais simples, esse é o nosso compromisso”, disse o secretário ao Portal G1. O governo ainda simplificará, nos próximos meses, as informações exigidas pelo eSocial. O objetivo é reduzir de 40 a 50%

Rogério ainda declarou que o governo criará uma carteira de trabalho digital, que deve substituir a carteira de papel. A previsão é que a carteira eletrônica comece a ser implantada ainda este ano.

Pequenas empresas não precisarão aderir ao eSocial

Outra mudança, anunciada pelo secretário, é que as pequenas empresas não precisarão aderir ao eSocial até 2020. A partir desta data, elas devem ingressos no novo sistema que será implantado pelo governo.

Bruno Dalcolmo, secretário do trabalho, explicou que as empresas que fizeram investimento no eSocial não serão prejudicadas. “O novo programa será formulado respeitando os investimentos feitos por essas empresas em tecnologia e capacitação de mão de obra”, destacou.

Entenda o que é o eSocial

O sistema eSocial é um método de registro, produzido pelo Governo Federal, para facilitar a administração de informações relativas aos trabalhadores. Por meio desse sistema, os empregadores comunicam o Governo, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS.

Todas as informações coletadas pelas empresas compõem um banco de dados único, administrado pelo Governo Federal, que engloba mais de 40 milhões de trabalhadores e conta com a participação de mais de 8 milhões de empresas, além de 80 mil escritórios de contabilidade.

Dentre as vantagens de se utilizar o sistema eSocial Empresas, podemos destacar a maior organização e planejamento da gestão e a rapidez, já que as informações dos funcionários chegarão por meio digital, garantindo total transparência no processo.

Para quem contrata funcionários terceirizados, o sistema é a garantia de que os recolhimentos devidos estão sendo feitos corretamente. Já para o trabalhador, a principal vantagem é a maior garantia em relação à efetivação de seus direitos trabalhistas e previdenciários e à maior transparência referente às informações de seus contratos de trabalho.

Agora que você já sabe que o esocial será extinto, queremos saber sua opinião. Você concorda com a mudança anunciada pelo governo?

Abertura Simples

Você já conhece o Abertura Simples? O portal ajuda contadores a prospectar clientes e tornar as marcas de seus escritórios relevantes no mercado por meio de marketing compartilhado. Ficou interessado no assunto? Clique no botão abaixo!

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Guia de Vendas na Contabilidade

Faça como mais de 30 mil contadores. Baixe agora mesmo o Guia de Vendas na Contabilidade e começe a tracionar seu escritório hoje mesmo.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário