Skip to content

Como montar uma fábrica de pão de queijo? Passo a passo completo

O que você verá neste artigo:

Está pensando em montar uma fábrica de pão de queijo? Para ajudá-lo neste processo, nós reunimos os principais passos para você iniciar neste mercado!

O pão de queijo é um dos alimentos que o brasileiro mais ama! Em vista disso, montar uma fábrica de pão de queijo é uma ótima oportunidade de negócio. Apesar de ter sua origem em Minas Gerais, ele é amado e apreciado por todos o país.

Além disso, o pão de queijo, além de ser muito amado no Brasil, também é exportado para outros países. É praticamente um patrimônio nacional.

Este é um mercado que movimenta milhões de reais todos os anos no Brasil. E o fato de existir grandes fábricas e nomes no setor, não significa que o empreendedor deve desistir da ideia de abrir uma fábrica de pão de queijo. Muito pelo contrário!

Por se tratar de uma propriedade brasileiro, este é um mercado muito rentável e que oferece oportunidades de crescimento para quem deseja empreender nele. Afinal, pão de queijo nunca é demais, né? O que não faltará são estabelecimentos para você fechar negócio.

Dito isso, vamos conhecer um pouco mais a respeito do mercado de produtores de pão de queijo.

O mercado

Considerado um potencial substituto para o pão francês, o pão de queijo está na mesa de milhões de brasileiros todos os dias. Isso porque o alimento, além de saboroso, também é versátil. Ele pode ser consumido no café da manhã, individualmente em lanchonetes e, até mesmo, são vendidos como aperitivos em festas ou pacotes congelados.

Com tantas formas de consumo, percebe-se o quanto este mercado é movimentado e pode gerar lucros se o negócio for bem gerenciado.

Para ter uma ideia de como o produto é consumido, entre 2014 e 2016 a Pif Paf Alimentos, empresa mineira que produz pão de queijo congelado nas mais variadas formas, registrou aumento de 20% em sua produção.

Atualmente, a companhia produz 5,8 mil toneladas do produto por ano, que são consumidas no mercado interno e, também, exportados para países como Angola e Japão. Segundo o Diretor de Relações Institucionais da Pif Paf Alimentos, Cláudio Faria, a empresa fabrica o produto desde 2005.

Desta forma, é possível ver que o pão de queijo tem conquistado o paladar ao redor do mundo e tem resistido ao tempo e à crise.

Por isso, se você deseja montar uma fábrica de pão de queijo, a hora é agora! E conte com a ajuda do Abertura Simples para isso.

O que é preciso para montar uma fábrica de pão de queijo?

Apesar de este se tratar de um mercado que oferece muitas oportunidades para os empreendedores, é necessário muito mais do que dedicação e boa vontade para fazer o negócio dar certo.

Além de muita organização, planejamento e disposição, para abrir uma fábrica de pão de queijo também é necessário uma pitada de burocracias, misturado à equipamentos específicos e preocupações com diversas outras frentes que, em conjunto, farão o negócio funcionar e gerar lucro.

É importante ficar atento a todos os detalhes que envolvem a abertura do novo negócio, pois assim ele evitará imprevistos desagradáveis. Também é importante dizer que as decisões tomadas daqui para frente impactarão, diretamente, nos rumos que a empresa seguirá. Dito isso, confira a seguir o que é necessário para montar uma fábrica de pão de queijo.

como montar uma fábrica de pão de queijo

1 – Elabore um Plano de Negócios

O plano de negócios para fábrica de pão de queijo é um documento indispensável. Ele serve para que o empreendedor tenha uma visão melhor sobre a empresa e o mercado ao qual ela está inserida.

Em um bom plano de negócios devem estar descritos tópicos como, por exemplo, os serviços oferecidos, o cardápio, se haverá ou não variações de sabor de pão de queijo e diversos outros pontos. Além disso, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que o empreendedor contará para o desenvolvimento da empresa.

Para isso, é necessário unir todos os investimentos em materiais, equipamentos, maquinários e pagamentos de funcionários.

Ainda, também é no plano de negócios que se deve definir o público-alvo do seu negócio, quem serão seus principais concorrentes, realizar uma pesquisa de mercado e todos os outros pontos que te darão um direcionamento do mercado ao qual a sua fábrica de pão de queijo está inserida.

Em suma, um bom plano de negócios deve conter as seguintes informações:

  • O que é o negócio;
  • Quais os principais produtos e/ou serviços;
  • Quem serão os seus principais clientes;
  • Onde será localizada a fábrica;
  • O montante de capital a ser investido;
  • Qual será o faturamento mensal;
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne.

2 – Escolha a localização da fábrica de pão de queijo

A localização de um negócio é um dos fatores que mais influenciam em seu faturamento. Mesmo que a sua fábrica seja só um ponto de distribuição dos pães de queijo, e não um ponto de vendas, é necessário levar em consideração alguns aspectos antes de escolher o local que a sediará.

O ponto ideal para montar uma fábrica de pão de queijo é aquele que favorece uma visibilidade, comodidade e acessibilidade ao seu público.

Além disso, também é necessário ficar atento aos aspectos legais, a fim de estar sempre de acordo com as licenças exigidas para abrir uma fábrica de pão de queijo. Para manter a qualidade e a segurança alimentar dos produtos, é necessário que seja um local livre de interferências externas, tais como: vento, umidade ou mofo.

Também é necessário que, antes de fechar o contrato, verificar com a Prefeitura da cidade se a fábrica de pão de queijo poderá funcionar efetivamente no local pretendido. Para isso, é preciso cumprir uma série de exigências impostas pela própria prefeitura, a fim de cumprir as restrições da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

Confira aqui 7 dicas escolher o ponto comercial para sua fábrica de pão de queijo.

3 – A estrutura e os equipamentos necessários para montar uma fábrica de pão de queijo

Inicialmente, para montar uma fábrica de pão de queijo será necessário um espaço com pelo menos 70m². Assim, será possível instalar as áreas de produção, estoque, depósito, sanitário e escritório, na fase inicial da fábrica.

Além do espaço físico, também há alguns equipamentos que serão indispensáveis na fase inicial do projeto. São eles:

  • Congelador vertical ou horizontal;
  • Fogão Industrial;
  • Cilindro sovador de massa;
  • Máquinas de pão de queijo;
  • Panelas;
  • Utensílios de cozinha;
  • Prateleiras;
  • Computador;
  • Impressora;
  • Telefone;
  • Rede de internet.

A respeito da máquina de pão de queijo, apesar de constar nesta lista, é importante dizer que nem todo mundo a compra logo ao abrir a fábrica de pão de queijo. Isso porque o investimento para conseguir uma dessas é de, aproximadamente, R$11 mil.

Por isso, será preciso avaliar as suas condições e circunstâncias a respeito do que é mais importante no momento. Com a máquina, você ganhará em praticidade e aumentará a capacidade de produção. Trata-se de um investimento positivo em longo prazo.

4 – Contratação de funcionários para a fábrica de pão de queijo

A escolha dos colaboradores que trabalharão na sua fábrica precisa ser feita com muita cautela e responsabilidade. Afinal, são eles que estarão em contato direto com seu produto, o carro chefe da sua marca.

O ideal é procurar por um colaborador que já tenha alguma experiência na área, pois assim ele poderá te ajudar muito nessa fase inicial e, também, lhe poupará um custo a mais com a capacitação deste funcionário. É importante lembrar que uma seleção acurada e um bom ambiente de trabalho sempre tem reflexo direto na imagem da empresa.

5 – Escolha bons fornecedores

O pão de queijo é tão amado graças ao seu inconfundível e insubstituível sabor. E, para manter a tradição e despertar o interesse no consumidor, é preciso contar com produtos de qualidade vindos de bons fornecedores.

Muitas vezes, conseguir esses produtos no mercado pode sair mais caro ou não ter o mesmo padrão de qualidade.

Esse é, também, um diferencial que te destacará diante da concorrência, uma vez que seus produtos sejam produzidos a partir de ingredientes frescos e de qualidade.

como montar uma fábrica de pão de queijo

Como montar uma fábrica de pão de queijo?

O processo de abertura de um negócio envolve burocracias e diversas exigências a serem cumpridas. E para montar uma fábrica de pão de queijo não é diferente. O passo a passo a seguir garantirá que o seu negócio funcione 100% regularizado.

Algumas dessas etapas consiste na definição do tipo de negócio que você deseja abrir, se contará com sócios ou não e demais informações que impactarão diretamente no regime tributário da sua fábrica.

Para isso, é extremamente necessário ter uma consultoria com um contador especializado em abertura de fábricas de pão de queijo. O profissional capacitado poderá agilizar todo esse processo e, inclusive, diminuir as taxas de tributação que você terá de pagar. Para isso, conte com a ajuda dos especialistas do Abertura Simples!

Dito isso, vamos ao passo a passo de como abrir uma fábrica de pão de queijo.

1 – Escolha o tipo de atividade da fábrica de pão de queijo

Antes de decidir abrir uma fábrica de pão de queijo, é necessário identificar o segmento da atividade que você deseja. Atualmente, existem três distinções. Porém, as que melhor se encaixam com o setor em que você pretende atuar são:

  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

2 – Escolha a natureza jurídica

O segundo passo é definir o tipo de natureza jurídica da sua empresa. Isso ajudará a definir o regime jurídico ao qual ela se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização é indispensável. Cada uma das modalidades possui diferentes formas de aplicação às normas, por isso, tenha muita atenção! Existem diversas naturezas jurídicas para empresas, são elas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comércio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

3 – Defina o porte da fábrica de pão de queijo

O terceiro passo é definir qual o porte da sua empresa. As opções devem escolhidas a partir do seu faturamento.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$ 81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$ 360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$ 360 mil e vai até R$ 4,8 milhões.

4 – Os documentos necessários para montar uma fábrica de pão de queijo

Para abrir uma fábrica de pão de queijo são exigidos a apresentação de diversos documentos importantes. É preciso ter mu8ita atenção às datas e prazos determinados para que eles sejam entregues. Alguns dos documentos possuem data de validade e, por isso, devem ser entregues de acordo com ela.

Confira a seguir alguns dos documentos necessários para abrir uma empresa.

Para os sócios

Caso a sua fábrica tenha sócios, será necessário reunir os seguintes documentos de cada um deles:

  • Certidão de casamento (se casados);
  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (CNH também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Para a empresa

  • CNPJ;
  • 2 cópias simples do IPTU do imóvel;
  • 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda do imóvel.
como montar uma fábrica de pão de queijo

Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento é o documento que indicará se a sua fábrica de pão de queijo poderá exercer as suas funções no local em que você deseja instalá-la.

Na maioria dos Estados brasileiros é possível solicitar o Alvará gratuitamente pela internet. O documento é emitido pela Prefeitura Municipal ou por algum outro Órgão Governamental Municipal.

Cada atividade necessita de um tipo de Alvará diferente. Por isso, é necessário estar atento se a atividade escolhida está representada no registro por um código CNAE de atividades econômicas.

Alguns dos documentos necessários para solicitar o Alvará de Funcionamento são:

  • Planta do imóvel onde você pretende abrir seu negócio;
  • Cópia do recibo do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • Cadastro do Contribuinte Mobiliário, ou CCM, obtido na Secretaria das Finanças;
  • O Setor, Quadra e Lote – também chamado de SQL – do imóvel;
  • Declaração de atividade: para que você usará o imóvel e qual área será destinada aos consumidores;
  • Certificado de conclusão de imóvel recém-construído.

É necessário que destacar que a documentação exigida pode variar de acordo com as exigências de cada Município ou com as atividades exercidas.

Licença de Funcionamento para fábrica de pão de queijo

Além de um Alvará, também é necessário que a fábrica possua algumas outras Licenças de Funcionamento para que funcione 100% regularizada.

É necessário que o empreendedor emita o Auto de Licença de Funcionamento (ALF), obrigatório para imóveis não residenciais que possuem instalações de atividades comerciais, industriais ou de serviços.

A falta de um licenciamento, ou algum erro mínimo nesta tarefa, pode gerar multas de até R$2 mil.

5 – Realize o registro da empresa na Junta Comercial

Sua fábrica só funcionará legalmente se você realizar seu registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas do seu Estado.

O registro é a verdadeira certidão de nascimento da empresa e deve ser feito antes de obter o CNPJ. Para isso, é necessário apresentar no cartório o Contrato Social e os documentos dos sócios da empresa.

6 – Abra o CNPJ da empresa

O processo para abrir um CNPJ de uma fábrica de pão de queijo é muito simples. Após registrar a empresa na Junta Comercial, você receberá o Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Ele será solicitado para entrar no site da Receita Federal para abrir o CNPJ.

No site, faça o download do Programa Básico de Entrada. Em seguida, imprima, preencha e envio o documento pelos Correios para a Receita Federal ou leve pessoalmente.

Quanto custa abrir uma fábrica de pão de queijo?

Para montar uma fábrica de pão de queijo é preciso investir cerca de R$25 mil, contando com matéria-prima, equipamentos, aluguel dos três primeiros meses do ponto comercial, gastos com funcionários e pagamentos de tributos e taxas.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

Abertura Simples

Nós, do Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que sua fábrica de pão de queijo seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Nossa equipe está à disposição para atender a todos as etapas da abertura da sua empresa!

Entre as diversas vantagens do Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo.

Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como Alvará de Funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e saiba como abrir uma empresa com o Abertura Simples de forma fácil clicando no botão abaixo.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp
Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!

Faça parte da maior comunidade de empreendedores do Brasil, sempre munidos com as últimas e mais relevantes notícias e artigos do mundo do empreendedorismo.