Skip to content

Como montar uma lan house de sucesso?

O que você verá neste artigo:

Você já pensou em montar uma lan house? Saiba que essa é uma excelente oportunidade de negócio! Confira o passo a passo para começar o seu negócio do zero!

Montar uma lan house de sucesso é um desafio muito interessante para quem deseja se aventurar no mundo do empreendedorismo! O avanço da internet faz com que o modelo de negócio ofereça oportunidades de crescimento para quem deseja atuar na área, já que essa é uma área que conta com demandas cada vez maiores.

O modelo de negócio surgiu na Coreia do Sul. Ele chegou ao Brasil em 1998 e foi impulsionado pelo crescimento dos jogos eletrônicos em rede. O auge das lan houses foi entre 2005 e 2008, quando o acesso à internet nestes locais era maior do que à internet doméstica. A situação favorável se inverteu quando os computadores e a rede banda larga se tornaram mais acessíveis.

Em vista disso, o negócio entrou em declínio e teve de se reinventar para sobreviver. Se antes as lan houses eram estabelecimentos populares entre jovens de classe média, hoje elas são um local de inclusão digital e serviços de conveniência, diretamente voltadas para as classes C, D e E.

Atualmente, as lan houses fazem muito sucesso em regiões nas quais a população possui dificuldade para acessar a internet. Dificuldades essas que podem ser por sinal de rede fraco ou, até mesmo, financeiras. Afinal, o custo de acessar a internet em uma lan house é muito menor quando comparado aos gastos para se manter uma rede doméstica.

Em vista dessa reformulação e da nova proposta de negócio, montar uma lan house é uma ótima forma de empreender. Ficou empolgado com o assunto? Então, continue a leitura e descubra o passo a passo para montar a sua lan house.

como montar uma lan house

O que é lan house?

O termo lan house é usado para nomear um estabelecimento comercial onde as pessoas pagam para utilizar um computador com acesso à internet e a uma rede local. Ainda, os frequentadores atuais possuem necessidades mais específicas que podem ser divididas em dois grandes grupos.

O primeiro é baseado em pessoas que possuem acesso à internet por aparelhos móveis e estão em busca, exclusivamente, de serviços de conveniência como:

  • Impressão;
  • Fax;
  • Fotocópia;
  • Acesso a segunda via de contas;
  • Realização de cursos on-line;
  • Digitalização e envio de documentos;
  • Registro de boletim de ocorrência;
  • Diversos outros tipos de consultas.

Já o segundo grupo é aquele que não possui acesso à internet e, além dos serviços de conveniência, também busca, com prioridade, uma inclusão digital. Geralmente, esses usuários estão interessados em:

  • Navegar na internet;
  • Participar das redes sociais;
  • Utilizar ferramentas do Pacote Office;
  • Acessar páginas de entretenimento;
  • Ter acesso à educação a distância.

Como está o mercado de lan houses?

Segundo a Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital (Abcid), houve uma retração de 45% em três anos no número de casas , em função da mudança radical do perfil do público-alvo.

ABS News. Clique aqui!

De acordo com os relatórios apresentados, dos 108 mil estabelecimentos existentes em 2010, restavam apenas 60 mil no ano de 2013.

Ainda, o estudo apontava que as lan houses eram frequentadas, majoritariamente, por consumidores das classes C, D e E. As classes representavam cerca de 90% dos usuários, que tinham uma média de 20 anos de idade. A pesquisa indica que a procura por centros pagos de acesso a internet é preponderante nas regiões norte e nordeste e em locais com população de baixa renda.

De acordo com a Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Brasil, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), o perfil geral das lan houses é composto de composto de natureza familiar, pequenos, informais e compartilhados com outras atividades comerciais.

Hoje, a maioria das lan houses opera na informalidade e, por isso, corre grandes riscos. Também há uma parte que divide o espaço com atividades complementares, como comércio de informática, papelaria e lanchonete. Há, ainda, um terceiro caso: daquelas que se declaram como formalizadas, mas hoje estão sob a penalidade jurídica de outras atividades comerciais.

Em vista disso, ressaltamos a importância de se contar com o auxílio de um contador especializado em abertura de lan house. Isso não apenas para lidar com toda a parte burocrática que envolve a abertura de uma empresa. Mas, também, para definir o enquadramento correto do CNAE, de acordo com todas as atividades exercidas em seu estabelecimento. Desta forma, o empreendedor evita problemas com o Fisco e, ainda, pode reduzir o valor pago em impostos e tributos.

O que é preciso para abrir uma lan house?

O processo de abertura de uma lan house envolve diversas etapas e exigências a serem cumpridas. Inicialmente, é necessário que se faça um planejamento sobre todas as coisas que envolvem o negócio, a fim de torná-lo mais palpável. Confira a seguir uma lista de itens que envolve o planejamento para montar uma lan house.

1 – Elabore um plano de negócios

Um plano de negócios é um documento que tem como objetivo direcionar a empresa para os rumos as quais ela deve seguir para atingir suas metas. É por meio do plano de negócios que o empreendedor terá uma visão mais ampla sobre seu negócio e o mercado no qual ele está inserido.

A premissa básica do plano de negócios é que nenhum negócio consegue ser levado adianta sem um bom planejamento. Por isso, nele devem conter o detalhamento a respeito das questões financeira, investimentos de material, equipamentos, recursos humanos, pagamento de funcionários e todos os outros tópicos que vão interferir no capital social da empresa.

Também é importante definir o público-alvo ao qual serão direcionados seus serviços. Além disso, deve-se realizar uma pesquisa de mercado, a fim de saber quem serão seus principais concorrentes, medir a temperatura do setor e muito mais.

como montar uma lan house

2 – Escolha um bom ponto comercial

Escolher um bom ponto comercial é essencial para o sucesso de um negócio. Na hora de realizar a escolha da localização da sua lan house, é necessário levar em conta diversos aspectos que, com certeza, impactarão no faturamento do seu negócio.

O ponto ideal para abrir uma lan house é aquele que favorece a visibilidade, a comodidade e a acessibilidade do público. Também é necessário que o empreendedor fique atento às exigências que envolvem a regularização do estabelecimento.

É importante que, antes de assinar o contrato, o gestor consulte a Prefeitura para confirmar se a empresa poderá funcionar naquele endereço escolhido. Para isso, é preciso se assegurar a respeito das restrições impostas pela prefeitura para os planos da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

3 – Defina estrutura e equipamentos

A estrutura mínima recomendada para montar uma lan house é de 40m². Esse é o espaço suficiente para alocar as mesas com os computadores, o balcão de atendimento, sanitários e uma pequena copa para os funcionários.

Quanto aos instrumentos, também é importante levar em consideração que serão necessários materiais mais específicos e de qualidade. Os equipamentos necessários para abrir uma lan house são:

  • Ar condicionado;
  • Computadores;
  • Teclados;
  • Mouses;
  • Fones de ouvido;
  • Caixas de som;
  • Estabilizadores;
  • Impressoras;
  • Cadeiras;
  • Suprimentos de rede;
  • Baias;
  • Balcão de atendimento.

Como montar uma lan house de sucesso?

Agora que você já sabe tudo a respeito do planejamento estratégico para montar uma lan house, é necessário se atentar a todas as obrigações fiscais, contábeis, tributárias e judiciais que envolvem a abertura de uma empresa.

Assim como em qualquer outro ramo, processo para abrir uma lan house é burocrático, envolve diversas exigências a serem cumpridas e, no menor erro, pode trazer inúmeras dores de cabeça para o empreendedor. Por isso, destacamos a importância de se contar com o auxílio de um contador especializado. O Abertura Simples pode te ajudar!

Dito isso, vamos ao passo a passo de como montar uma lan house.

1 – Identifique o tipo de atividade

Antes de tomar qualquer decisão a respeito de questões tributárias ou fiscais, é necessário identificar o segmento de atividade que a lan house atuará. Existem três designações. Porém, a que melhor se encaixa para o setor é a de prestação de serviços, onde o trabalho é realizado a título de mão de obra física ou intelectual.

2 – Escolha a natureza jurídica da lan house

A definição do regime tributário da empresa dependerá da escolha na natureza jurídica da mesma.

Informar a natureza jurídica do ato de formalização é imprescindível. Cada uma das naturezas jurídicas para empresas possui diferentes formas de aplicação. Por isso, é importante estar bem atento às suas normas e exigências.

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

3 – Defina o porte da lan house

O porte de uma empresa é definido a partir do faturamento dela. Confira abaixo as exigências e opções que empreendedor pode escolher.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$ 81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$ 360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$ 360 mil e vai até R$ 4,8 milhões.

4 – Separe os documentos necessários para abrir uma lan house

Para montar uma lan house são exigidos documentos importantes. É importante ter em mente que alguns desses documentos possuem data de validade e, por isso, contam com prazos determinados para serem entregues. Por isso, é importante contar com a ajuda de um contador especializado no ramo.

Os documentos necessários para abrir uma empresa são:

  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Contrato Social;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Após reuni-los, é necessário levar os documentos até a Junta Comercial do Estado para que eles possam ser protocolados. Assim, sua empresa será registrada perante os órgãos oficiais. Também é importante ressaltar que para solicitar o Alvará de Funcionamento será preciso apresentar alguns outros documentos, que são:

  • Planta do imóvel onde você pretende abrir seu negócio;
  • Cópia do recibo do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • Cadastro do Contribuinte Mobiliário, ou CCM, obtido na Secretaria das Finanças;
  • O Setor, Quadra e Lote – também chamado de SQL – do imóvel;
  • Declaração de atividade: para que você usará o imóvel e qual área será destinada aos consumidores;
  • Certificado de conclusão de imóvel recém-construído.

O alvará de funcionamento pode ser solicitado gratuitamente pela internet e este documento será emitido pela Prefeitura Municipal ou Órgão Governamental Municipal.

5 – Abra um CNPJ para assistência técnica de informática

Abrir um CNPJ para lan house é muito simples. Ao registrar a empresa na Junta Comercial, o empreendedor receberá o Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Ele será solicitado ao entrar no site da Receita Federal no ato de abertura do CNPJ.

Dentro do site, faça o download do Programa Básico de Entrada, imprima, preencha o documento e o envio pelos Correios para a Receita Federal. O empreendedor também pode levar o documento pessoalmente.

Como montar uma lan house com sócios?

Caso você queira abrir uma lan house com sócios, além dos documentos já citados, será necessário apresentar alguns outros de cada sócio. São eles:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Há diversos tipos societários que o empreendedor pode escolher. O ideal é avaliar o momento e as condições da empresa antes de realizar essa importante escolha.

Como divulgar uma lan house?

A divulgação é um importante instrumento para tornar a empresa e seus serviços conhecidos pelos potenciais clientes. Para o empreendedor que deseja abrir uma lan house de sucesso, a propaganda pode ser feita utilizando os mais variados meios de comunicação.

Além dos meios convencionais, como folders e flyers, também é recomendado que o empreendedor invista na criação de um site e perfis nas redes sociais. Lembre-se: você trabalhará com tecnologia e, por isso, deve utilizá-la a seu favor para conseguir mais clientes!

As redes sociais são as maiores ferramentas de busca e referências por algo. Ao investir em um bom plano de marketing, em boas estratégias de comunicação, design e produção de conteúdo, pode apostar que a sua assistência técnica terá muito sucesso!

Baixe o e-book “Guia para abrir uma empresa de TI”

Como vimos, abrir uma lan house não é nada fácil. Mas o Abertura Simples desburocratiza isso para você! Faça o download gratuito do nosso e-book “Guia para abrir uma empresa de TI ” e tenha acesso ao conteúdo exclusivo com o passo a passo para abrir uma empresa voltada para o ramo de tecnologia da informação. O material é disponibilizado gratuitamente. Baixe agora mesmo!

Abertura simples

Nós, do Abertura Simples, realizamos todo o processo para que o empreendedor que deseja abrir uma lan house realize de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie seu projeto com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp
Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!

Faça parte da maior comunidade de empreendedores do Brasil, sempre munidos com as últimas e mais relevantes notícias e artigos do mundo do empreendedorismo.