Skip to content

Guia Completo: como abrir uma pizzaria?

O que você verá neste artigo:

Está pensando em abrir uma pizzaria? Então, confira o guia completo para que você possa, definitivamente, dar o pontapé inicial no seu negócio

Alguma vez você já pensou em abrir uma pizzaria? Pois saiba que, em 2016, foi realizada uma pesquisa que divulgou que, todos os dias, mais de 1 milhão de pizzas são consumidas em todo o Brasil. Ainda, a pesquisa revelou que São Paulo é a segunda cidade que mais consome pizzas em todo o mundo, ficando atrás apenas de Nova York.

Se impressionou com os números? Eles indicam que, hoje, abrir uma pizzaria é uma grande oportunidade de negócio. Principalmente, se pararmos para pensar que o brasileiro é um grande consumidor de refeições fora do lar.

Em contrapartida, se você está pensando em abrir uma pizzaria, também deve ter em mente que, para abrir esse tipo de negócio, será necessário ter um bom diferencial para oferecer aos seus clientes, já que a concorrência no setor é bem arriscada.

Pensando nisso, criamos esse guia completo com o passo a passo de como abrir uma pizzaria. Aqui, você encontrará não só o processo burocrático, como, também, os principais aspectos que você precisa considerar para abrir uma pizzaria de sucesso. Continue lendo!

abrir uma pizzaria

Sobre o mercado

A pizza chegou ao Brasil trazida pelos imigrantes italianos. No início, era comum encontrá-las somente nos redutos e colônias italianas. Hoje, as pizzarias estão espalhadas por todo país e em diversos formatos e sabores. Podemos encontrar desde a pizzaria da esquina que vende fatias até a pizzaria sofisticada, em região nobre, que oferece uma diversidade maior de massas com ingredientes refinados.

O setor de Food Service no país tem crescido bastante nos últimos anos, conforme demonstra pesquisa feita pelo Instituto de Food Service Brasil (IFB), segundo a qual, no ano de 2012, cerca de 37% da população brasileira, nos grandes centros, fizeram suas refeições fora de casa ou compraram alimentos prontos e levaram para suas residências.

A falta de tempo para preparação da comida em casa e a busca por maior conveniência foram fatores que incentivaram o crescimento da alimentação fora do lar.

O Agora que você já sabe tudo a respeito do mercado de pizzaria, chegou a hora de colocarmos a mão na massa e dar início ao processo de abertura da sua pizzaria. Vamos lá?

O que é preciso para abrir uma pizzaria?

Além de muito planejamento, organização e disposição, abrir uma pizzaria também requer uma pitada de burocracias, misturado à equipamentos e preocupações com diversas outras frentes que farão o negócio, de fato, funcionar.

É importante ficar atento a todos os detalhes que envolvem a abertura do negócio, pois assim o empreendedor evita imprevistos desagradáveis. Confira a seguir o que é necessário para abrir uma pizzaria!

1 – Elabore um Plano de Negócios

O plano de negócios para pizzaria é um documento indispensável que serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida.

No plano de negócios o empreendedor definirá assuntos como, por exemplo, os serviços e cardápios que irá oferecer. Além disso, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se, também, definir o público-alvo que irá contratar os seus serviços, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Resumo dos principais pontos do plano de negócio

  • O que é o negócio;
  • Quais os principais produtos e/ou serviços;
  • Quem serão os seus principais clientes;
  • Onde será localizada a empresa;
  • O montante de capital a ser investido;
  • Qual será o faturamento mensal;
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne.

Além disso, também é importante ressaltar que para este tipo de empreendimento, também há a possibilidade de se investir em grandes franquias. Por isso, também é necessário consultar as particularidades de um plano de negócios para franquias .

2 – Escolha o modelo de atendimento para a pizzaria

Existem diversos tipos de pizzaria, e cada uma delas é montada de maneira diferente, com um atendimento diferente. Por isso, um dos primeiros passos que o empreendedor precisa dar ao abrir a sua, é escolher o modelo que melhor se adequa a você.

Os principais modelos são:

• A La Carte: O cliente escolhe a pizza de acordo com o cardápio e consome no local. Esse modelo de atendimento é muito interessante, principalmente para quem busca montar uma pizzaria de alto padrão, com preços menos competitivos e que, em compensação, foque mais na experiência do cliente;

• Rodízio: Possui preço fixo e oferece diversos sabores e tipos de pizza a vontade. Esse tipo de atendimento costuma atrair um grande público e, por isso, é necessário experiência para realizar todo o controle financeiro e de estoque, evitando prejuízos;

• Delivery: Faz entregas em domicílio, com entregas por meio de telefone ou online. Montar uma pizzaria delivery tem sido cada vez mais a vontade de quem sonha empreender nesse segmento, já que o mercado de entregas tem crescido constantemente.

• Franquia de pizza: A modalidade consiste em investir em parcerias com redes já conhecidas. São muitas as vantagens nessa escolha, como o suporte que as franqueadoras são aos novos empreendedores, o marketing estruturado de uma marca já conhecida pelo público, por exemplo.

Cada um desses modelos possui uma característica diferente com graus de investimentos diferentes.

abrir uma pizzaria

3 – Escolha um bom ponto comercial para abrir a pizzaria

Se você não dispõe de um valor alto para iniciar o seu negócio, não tem problema: saiba que é possível abrir uma pizzaria na sua própria casa. Para isso, claramente, será preciso respeitar alguns espaços físicos e regras impostas pela Vigilância Sanitária.

Por outro lado, se você possui mais recursos financeiros para abrir sua pizzaria, antes de escolher o ponto comercial é preciso levar em consideração alguns requisitos como:

  • Se o local está perto de vias de fácil acesso;
  • A movimentação;
  • Se conta com muitos concorrentes na região;
  • Se está localizado próximo à pontos de transporte público.

Mesmo que seu negócio seja uma pizzaria delivery e, por isso, não possua mesas para consumo no local, algumas empresas preferem pontos comerciais com um ponto central para facilitar na divulgação.

Então, ao escolher o local para abrir uma pizzaria, deve-se considerar: qual é o seu objetivo e qual é o público-alvo que se quer atingir.

4 – Pense nos diferenciais da sua pizzaria

Essa é uma estratégia muito utilizada e válida para o setor. Isso porque fica mais fácil de explorar a opção de retirada no balcão, se necessário, e também traz mais credibilidade ao negócio.

Agora, se a sua pizzaria possuir um salão de atendimento, para consumo local, é preciso se atentar às peculiaridades de cada tipo de negócio. Por exemplo, no caso de um A La Carte, a proposta pode ser diferente, onde a pizzaria se localizará em um local não tão central, onde a tranquilidade seja prioridade.

Como citamos anteriormente, o ramo alimentício é um nicho que a concorrência é super acirrada. Por isso, é importante oferecer mais do que qualidade para o seu cliente. Isso é o mínimo e, para ter sucesso, é preciso fazer muto mais do que o mínimo.

Por exemplo: se as pizzarias da região entregam em 50 minutos, você pode tentar entregar em até 30 minutos. Isso é possível ao realizar a contratação de mais funcionários para a cozinha ou para a entrega.

Outra estratégia muito interessante é oferecer novos produtos, sabores ou condições para clientes que consomem com frequência na sua pizzaria, ou em dias em que o movimento é baixo.

Um terceiro fator que é um diferencial e tanto é a experiência do cliente. Essa ainda é uma carência em muitos setores, não apenas do alimentício. Por isso, a partir do momento em que você prioriza e oferece uma boa experiência para o seu cliente, consequentemente, novos clientes aparecerão.

Também é importante lembrar que pizza combina com a família e, por isso, deve-se ter um cuidado especial para cada cliente que comprar o seu produto, que remeta a aconchego, cuidado, reciprocidade e um cenário mais intimista.

5 – Os equipamentos necessários para abrir uma pizzaria

Depois de definir o modelo de atendimento e os diferenciais da sua pizzaria, outra escolha importante e que requer muita atenção é a respeito dos equipamentos que compõem a cozinha da sua pizzaria.

Escolha bem o seu forno para pizzaria. Isso é importante para aumentar a agilidade da entrega das pizzas.

Os tipos mais comuns de forno para pizzaria são:

  • A lenha;
  • A gás;
  • Esteira;
  • Elétrico;
  • Pré-moldado;
  • Industrial.

Além do forno, há diversos outros equipamentos necessários para abrir uma pizzaria. Confira a lista completa:

  • Fogão;
  • Maquina fatiadora de frios;
  • Processador de alimentos;
  • Geladeira;
  • Masseira;
  • Freezer;
  • Refrigerador para bebidas;
  • Balança digital;
  • Condimentadora e Pizzaiolla;
  • Gaveteiro para as massas;
  • Pá de madeira e de ferro;
  • Espátulas, conchas, tábuas de corte, facas grandes e rolos de polietileno;
  • Mochila térmica para entrega;
  • Estoque de embalagens para pizza;
  • Panelas.

Para alguns equipamentos, é necessário ter um cuidado mais especial no momento da compra. As geladeiras e os processadores de alimentos fazem parte dessa lista e, por isso, é recomendado que se faça o investimento necessário. Isso garantirá a qualidade das suas pizzas e, claro, deixará seus clientes muito mais satisfeitos.

6 – Contratação de funcionários para a pizzaria

A escolha dos colaboradores que irão trabalhar no empreendimento precisa ser feita com muita responsabilidade, pois são estes colaboradores que irão atender os clientes do novo empreendimento e fazê-los voltar, ou não.

Uma seleção acurada e um bom ambiente de trabalho terá reflexo direto na imagem da empresa aos olhos de todos. Para evitar um alto custo inicial com capacitação convém o empresário fazer uma seleção criteriosa de pessoas para sua equipe.

7 – Fornecedores

Para os ingredientes da pizza, será necessário obter produtos de boa qualidade. Muitas vezes, conseguir esses produtos no mercado pode sair mais caro, ou não ter o mesmo padrão de qualidade.

Para conseguir se destacar da concorrência, o elemento essencial para criar suas pizzas é conseguir bons fornecedores que ofereçam ingredientes frescos e de qualidade.

Na maioria das vezes, o sucesso de uma pizzaria vem da sua variedade de sabores. As pessoas gostam de saber que o cardápio oferece diversas opções para escolherem. Por isso, os ingredientes são muito importantes para esse tipo de negócio.

Como abrir uma pizzaria?

Assim como qualquer outro negócio, o processo de abertura de uma pizzaria envolve burocracias e diversas etapas a serem cumpridas. Isso garantirá que a pizzaria funcione 100% regularizada.

Além de todas essas etapas burocráticas, também é importante ter em mente o tipo de negócio que deseja abrir, se você contará com sócios ou não e demais informações que impactarão no regime tributário da sua pizzaria. Por isso, ressaltamos a importância de se contar com a consultoria de um contador especializado em abertura de pizzarias.

Dito isso, vamos ao passo a passo de como abrir uma pizzaria.

1 – Escolha o tipo de atividade da sua pizzaria

abrir uma pizzaria

Antes mesmo de decidir abrir uma pizzaria, é necessário identificar qual o segmento da atividade que você deseja. Para designar isso, existem três distinções:

  • Prestação de Serviços: trabalho realizado a título de mão de obra física ou intelectual;
  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

2 – Escolha a Natureza Jurídica

O segundo passo é verificar qual o tipo de natureza jurídica da sua empresa. Isso ajudará a definir o regime jurídico no qual ela se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização da empresa é indispensável, já que cada uma delas possui diferentes formas de aplicação das normas. Existem diversas naturezas jurídicas, mas às empresas, são atribuídas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  •  Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

3 – Defina o porte da pizzaria

Depois de definir a natureza jurídica da sua pizzaria, chegou a hora de saber qual o porte dela. As opções devem ser escolhidas a partir do seu faturamento.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$ 81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$ 360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$ 360 mil e vai até R$ 4,8 milhões.

4 – Reúna os documentos necessários para abrir uma pizzaria

Para abrir uma pizzaria é obrigatório a apresentação de documentos importantes. Alguns desses documentos possuem prazos determinados para serem cumpridos, já que possuem data de validade. Por isso, essa etapa requer a ajuda de um contador especializado em abrir pizzaria. Nós podemos te ajudar!

Confira a seguir alguns dos documentos necessários para abrir uma empresa.

Para os sócios

Se você for abrir uma pizzaria com sócios, será necessário reunir os seguintes documentos de cada um deles:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Para a empresa

  • CNPJ;
  • 2 cópias simples do IPTU do imóvel;
  • 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

Contrato Social

O contrato social é um documento importante e que deve ser assinado por todos os sócios da empresa, a fim de firmar a sociedade. Nele, devem estar descritos a participação de cada um dos sócios da pizzaria, bem como suas cotas, investimentos e participação nos lucros.

Realize o registro na Junta Comercial

Sua pizzaria só funcionará legalmente se você realizar seu registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas do seu Estado.

O registro é considerado a certidão de nascimento da pizzaria e deverá ser feito antes de obter o CNPJ. Para isso, é necessário apresentar no cartório o Contrato Social e os documentos dos sócios da empresa.

5 – Abra um CNPJ

O processo de abertura de um CNPJ para abrir uma pizzaria é muito simples. Após o registro na Junta Comercial, você receberá o Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Ele será solicitado para entrar no site da Receita Federal para abrir o CNPJ.

No site, faça o download do Programa Básico de Entrada. Em seguida, realize a impressão, preencha e envie pelos correios para a Receita Federal ou leve pessoalmente.

6 – Solicite o Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento é o documento que indicará se a sua pizzaria poderá exercer as suas funções no local que você deseja instalá-la.

Na maior parte dos Estados brasileiros o empreendedor pode solicitar o Alvará gratuitamente pela internet. O documento é emitido pela Prefeitura Municipal ou Órgão Governamental Municipal.

Cada atividade necessita de um certo tipo de Alvará e, por isso, é necessário estar atento se a atividade escolhida está representada no registro por um código CNAE de atividades econômicas.

Os documentos necessários para solicitar o Alvará de Funcionamento são:

  • Planta do imóvel onde você pretende abrir seu negócio;
  • Cópia do recibo do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • Cadastro do Contribuinte Mobiliário, ou CCM, obtido na Secretaria das Finanças;
  • O Setor, Quadra e Lote – também chamado de SQL – do imóvel;
  • Declaração de atividade: para que você usará o imóvel e qual área será destinada aos consumidores;
  • Certificado de conclusão de imóvel recém-construído.

Licenças de funcionamento para abrir uma pizzaria

Além de um único Alvará de Funcionamento, também é necessário que a pizzaria conte com algumas outras Licenças de Funcionamento para que possam estar 100% regularizadas. Para abrir uma pizzaria, são necessárias as seguintes licenças:

  • Auto de Licença de Funcionamento (ALF): obrigatório para imóveis não residenciais, com instalações de atividades comerciais, industriais ou de serviços;
  • Alvará de Funcionamento de Local de Reunião (ALF): obrigatório para todos os locais que tenham reunião de público, como restaurantes, bares e pizzarias, que tenham capacidade de lotação igual ou superior a 250 pessoas;
  • Alvará de Autorização para Eventos Públicos e Temporários: para locais onde haja eventos públicos ou temporários para mais de 250 pessoas, seja em imóveis públicos ou privados.

Atenção: é importante ressaltar que é indispensável contar com o auxílio de um bom contador para esta etapa. A falta de um licenciamento, ou um erro mínimo nesta tarefa, poderá gerar multas de até R$2 mil.

8 – Alvará de Funcionamento para Delivery

Para solicitar um Alvará de Funcionamento para delivery, o processo não muda muito. Inicialmente, será emitido um Alvará provisório. Ele é emitido pela Prefeitura, logo após a avaliação inicial do estabelecimento. Ele tem validade de 180 dias e, com o documento em mãos, você já pode colocar a sua pizzaria para funcionar.

Passado esse período, será necessário tirar um Alvará de Funcionamento definitivo para o delivery. Para isso, as condições podem variar de acordo com a prefeitura de cada cidade. Por isso, recomenda-se que o empreender procure o órgão para se informar.

Os documentos necessários para solicitar um Alvará de Funcionamento para um delivery são:

1.    Cópia do recibo de quitação do IPTU do imóvel em que será aberto o estabelecimento;

2.    Planta do imóvel com seu respectivo ‘Habite-se’ (autorização dada por órgão municipal, permitindo que determinado imóvel seja ocupado);

3.    Contrato Social;

4.    Alvará de Prevenção e Proteção contra Incêndios (APPCI) – emitido pelo Corpo de Bombeiros;

5.    Cartão CNPJ – que o empresário pode obter no site da Receita Federal.

Dependendo das atividades a serem exercidas, outras licenças específicas poderão ser solicitadas.

Baixe o e-book “Como abrir uma empresa”

Abrir uma pizzaria não é nada fácil. São exigidas licenças, cumprimentos de exigências e muitas burocracias. Mas, não desanime, o Abertura Simples desburocratiza o processo para você! Faça o download gratuito do e-book “Como abrir uma empresa? Manual Completo” e tenha acesso exclusivo ao passo a passo de como abrir uma pizzaria. Baixe agora mesmo, é grátis!

Baixe nosso ebook: como abrir uma empresa? Ebook completo. Clique aqui!

ABERTURA SIMPLES

Nós, do Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que sua pizzaria seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Nossa equipe está à disposição para atender a todos as etapas da abertura da sua pizzaria!

Entre as diversas vantagens do Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo.

Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como Alvará de Funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e saiba como abrir uma pizzaria com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

3 Comments

    • Obrigada, Daiana!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!