Tudo o que você precisa saber para montar uma adega!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Está pensando em montar uma adega? Essa palavra, em sentido original, remete a um compartimento da casa, geralmente subterrâneo com temperatura apropriada, onde são armazenados vinhos e azeites. Adega (ou wine bar) também dá nome ao estabelecimento comercial que serve bebidas alcoólicas, especialmente vinhos, e iguarias em geral. Com a explosão no consumo de vinho no Brasil, estes estabelecimentos se popularizaram nas grandes cidades e tornaram-se excelentes oportunidades de investimento. Quer iniciar na área? Continue lendo:

QUER MONTAR UMA ADEGA? CONFIRA ABAIXO TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA INICIAR O SEU NEGÓCIO!

SOBRE O MERCADO

No Brasil, 80% dos vinhos produzidos são considerados vinhos de mesa, elaborados a partir de uvas americanas e híbridas, de sabor intenso e frutado. O estado do Rio Grande do Sul responde por 95% da produção nacional, onde 35% são vendidos e engarrafados em São Paulo. Atualmente, a área de produção vitivinícola no Brasil soma 83,7 mil hectares e são mais de 1,1 mil vinícolas espalhadas pelo país, a maioria instalada em pequenas propriedades (média de 2 hectares por família). O país se consolidou como o quinto maior produtor da bebida no Hemisfério Sul e certamente é um dos mercados que cresce mais rapidamente no mundo. Apesar do país ainda é considerado um mercado importador, as vendas de vinhos e espumantes brasileiros cresceram 9,82% em 2013 em comparação com 2012.

Com quase 400 milhões de litros consumidos por ano, o brasileiro bebe, em média mais 2 litros de vinho per capita. Trata-se de uma média bem inferior a de outros países do mundo: os portugueses bebem 50 litros per capita, os italianos bebem 53 litros e os franceses bebem quase 62 litros.

Aqui no Brasil, o vinho é amplamente superado pelo consumo de outras bebidas alcoólicas. O consumo de cerveja, considerada a bebida de preferência nacional, atinge 50 litros por habitante, ou nove bilhões de litros por ano. Já o de cachaça alcança sete litros per capita, ou 1,3 bilhões de litros por ano. O mercado no Brasil, o vinho de mesa representa 69% do volume consumido e os vinhos finos 31% deste volume.

Tais dados demonstram o potencial de mercado para o consumo de vinhos no Brasil. Uma pesquisa de mercado, realizada pela consultoria Market Analysis, aponta para um crescimento de 84% até 2030, atingindo a média de 3,5 litros per capita. Para os consumidores freqüentes de vinho (48% da população), a média per capita pularia de 5,2 para 9 litros por ano. A faixa etária com maior potencial de crescimento corresponde a de homens e mulheres entre 18 e 34 anos. Outra prova do crescimento do setor é a grande oferta de cursos. De olho no potencial do mercado de vinhos no País, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) lançou, em 2012, o curso de pós-graduação Wine Business – O negócio do vinho.

PLANO DE NEGÓCIOS

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. No plano de negócios você irá definir assuntos como por exemplo, os serviços e produtos que irá oferecer. Além disso, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também o público que irá contratar o seu serviço, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

RESUMO DOS PRINCIPAIS PONTOS DO PLANO DE NEGÓCIO:

  • O que é o negócio;
  • Quais os principais produtos e/ou serviços;
  • Quem serão os seus principais clientes;
  • Onde será localizada a empresa;
  • O montante de capital a ser investido;
  • Qual será o faturamento mensal;
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne;

Saiba a importância de ter um plano de negócios em sua empresa

ESCOLHA O LOCAL

A escolha da localização é um dos principais fatores de sucesso de um empreendimento. Para o empresário que deseja montar uma adega, ele precisará levar em consideração aspectos como: acessibilidade e visibilidade.

É necessário identificar primeiro, qual é o público alvo em que se deseja atingir com o seu negócio. Depois, dê preferência a locais que recebem por dia, um alto número desses consumidores. Além disso, é preciso considerar a concorrência do local, e claro, se o estabelecimento atende as suas necessidades. Procure locais que próximos de estacionamento, ponto de ônibus e metrô, para facilitar o acesso dos clientes. Outra preocupação na hora de escolher o imóvel é verificar se o local não é sujeito a inundações e se o entorno possui a segurança necessária para instalação do negócio. Uma boa dica é perguntar aos comerciantes da região sobre estas ameaças ao funcionamento do seu empreendimento.

Confira aqui 7 dicas para escolher o ponto comercial ideal para sua empresa.

COLABORADORES

A contratação de colaboradores dependerá fundamentalmente da sua necessidade e tamanho do empreendimento. Para montar uma adega, inicialmente, o empresário precisara de: gerentes; sommelier; vendedor e auxiliar administrativo.

Normalmente, o horário de funcionamento desses estabelecimentos é entre as 10h e às 22H, podendo estender o horário conforme o movimento do local. Na hora de contratar os colaboradores, o empreendedor deverá concentrar seus esforços em escolher os profissionais capacitados e qualificados para tomar frente de cada setor.

Imagem de um vendedor escolhendo um bom vinho depois que ele decidiu montar uma adega

ESTRUTURA E EQUIPAMENTOS

A estrutura mínima recomendada para montar uma adega é de 100m², com flexibilidade para ampliação conforme o desenvolvimento do negócio. Os ambientes podem ser divididos em área para a exposição de produtos, área de vendas (com balcão de atendimento, caixa e entrega de produtos), escritório e depósito para estoque. A área para estoque deve ter a temperatura adequada para a preservação dos vinhos, com paredes feitas de madeira, vidro ou alvenaria.

Os equipamentos mais importantes para uma adega são os responsáveis pela climatização do estoque de vinhos. E devido a tal importância, é necessário que o empreendedor faça um planejamento e um estudo detalhado, calculando quantas pessoas devem circular na adega e com qual freqüência, qual o isolamento das paredes, quantas garrafas a adega irá comportar e se haverá alguma fonte de calor (como computadores e miniadegas, por exemplo). Posteriormente, é possível saber qual a potência necessária para o condensador e evaporador garantirem a temperatura e a umidade ideais para a conservação das garrafas.

Ao definir os equipamentos de uma adega, o empreendedor deve levar em consideração, os seguintes cuidados com as garrafas de vinho:

  • Posição: As garrafas devem estar sempre na posição horizontal ou levemente inclinadas para baixo, para que a rolha esteja sempre irrigada pelo vinho mantendo – se dilatada e ajudando em sua conservação;
  • Disposição: Vinhos brancos e jovens são guardados em baixo, à uma temperatura inferior. Já os vinhos tintos são armazenados em cima. Vinhos generosos e licorosos devem ser guardados em pé.

Equipamentos como balcão de atendimento e caixa, mesas e cadeiras, taças, saca-rolhas, decanter, entre outros também são necessários para montar uma adega.

DIVULGAÇÃO E DICAS

A divulgação é um importante instrumento para tornar a empresa e seus serviços conhecidos pelos clientes potenciais. Para o empreendedor que deseja montar uma adega, as ações de marketing devem estar concentradas de acordo com o porte e o público alvo escolhido.

O empreendedor pode investir nos mais variados meios, apostando tanto nos materiais impressos como também, nos meios digitais. Ele pode utilizar mala direta e e-mail informando sobre novidades; mídia especializada como por exemplo TV, jornais e revistas específicos da área, materiais impressos como por exemplo cartões de visita, flyer e folders e, finalmente investir em um bom site, onde constarão as principais informações sobre a adega e seu portfólio de produtos, e por último, mas não menos importante, as redes socais que atualmente são os maiores motores de buscas por avaliações e referências sobre determinado assunto.

Como dica de negócio, o empreendedor que deseja montar uma adega precisa saber que o consumo de vinho no Brasil é influenciado por fatores sazonais e pela região geográfica. Enquanto as cidades mais frias no inverno apresentam padrões europeus de consumo, as cidades mais quentes, no verão, reduzem drasticamente a média do consumo nacional. Portanto, o sucesso do seu empreendimento depende do volume constante da venda de vinhos ao longo de todo o ano. Por isso, é fundamental estimular o consumo da bebida por meio de cursos de vinhos, degustações patrocinadas, serviço de aperitivos e iguarias para o consumo de vinhos no local, promoções de vinícolas, ações conjuntas com bares e restaurantes e, como forma de diferenciação, invista na criação de um blog onde você poderá educar, por meio de conteúdos relevantes e pertinentes ao seu serviço, os seus clientes e possíveis consumidores.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Os documentos necessários para montar uma adega são simples:

  • Documentação na Junta Comercial;
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Clique aqui e saiba o que você precisa para obter um CNPJ para sua empresa

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ABERTURA SIMPLES

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo o processo para que o empreendedor que deseja montar uma adega realize de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie seu projeto com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário